Informações sobre Psicoterapia

Aqui vou explicar em linhas gerais a minha forma de trabalho. O objetivo é deixar mais claro para você a seriedade do que é a Psicoterapia e sua forma de funcionar.

Trata-se de um acordo em comum, com deveres e direitos recíprocos, que assume uma função reguladora para as partes (você e eu). Ele poderá sofrer alterações se for necessário, mas isso será combinado entre nós..

A abordagem que trabalho é a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), que possui bases científicas sólidas. Durante o nosso processo de psicoterapia você (Cliente) será atendida (o) e psicoeducada (o) neste modelo. Isso quer dizer que você irá aprender a cuidar de você mesma (o).

Este modelo preconiza que há uma relação entre o pensar-sentir-agir. Sendo esta uma das razões, para que a ênfase desta terapia seja a forma de pensar sobre si, o outro, o mundo, o passado, presente e o futuro. Por meio de métodos e técnicas cognitivas e comportamentais, promoveremos o autoconhecimento, autonomia e a resiliência, bem como buscamos seu Bem-Estar e Qualidade de Vida.

A relação terapêutica nesta modalidade é dinâmica e interativa, cliente e psicólogo trabalham juntos, sendo assim é importante sua participação ativa nas sessões. Cada sessão tem duração entre 40 a 70 minutos, é semanal no início e com a sua evolução pode passar para quinzenalmente. A duração da psicoterapia depende de vários fatores (sua dedicação, complexidade do seu problema, suas necessidades pessoais, etc.) e por isso não é possível dizer quanto tempo ela irá durar. Mas no geral quanto maior sua dedicação, provavelmente mais rápida ela andará.

Aqui segue uma lista de coisas que cabem a você durante a psicoterapia:

  1. Executar as orientações e recomendações do psicólogo;
  2. Participar ativamente das sessões (atendimentos) para seu próprio benefício;
  3. Respeitar o horário de início, duração e término do atendimento (sessão), evitando atrasos maiores que 20 minutos;
  4. Não omitir ou deixar de dar informações relevantes para a Psicoterapia;
  5. Conduzir terceiros (familiar, amigo ou alguém da rede de apoio), quando solicitados e se esses estiverem disponíveis, pois isso pode ser importante para a Psicoterapia;
  6. Avisar com antecedência de 24 (vinte e quatro) horas sobre possível falta – as faltas fora desse período serão cobradas (exceto em casos de emergência);
  7. Avisar ao Psicólogo com 4 (quatro) dias de antecedência da próxima sessão sobre desistência da Psicoterapia – não tendo o aviso será cobrado o valor de uma sessão;
  8. Procurar profissionais de outras especialidades quando houver recomendação do psicólogo, isso é para sua própria segurança e bem-estar;
  9. Não realizar comportamentos como automedicação, automutilação ou suicidas de qualquer espécie, caso ocorram, o Psicólogo se reserva o direito de comunicar a terceiros sobre esses comportamentos;
  10. Não é permitido qualquer tipo de agressão ou violência (física ou verbal), assediar, intimidar, agredir, ou realizar qualquer comportamento que coloque em risco este tratamento e o Psicólogo e/ou pessoas próximas a ele;
  11. Seguir de maneira fiel o tratamento recomendado por outros profissionais.  

Em caso do não cumprimento destas e outras orientações, você isentará o psicólogo de qualquer responsabilidade sobre sua evolução. Não existe fórmula ou palavras mágicas que motivem as pessoas a seguir um tratamento. É um compromisso seu querer melhorar e evoluir.

São atividades do Psicólogo durante a psicoterapia:

  1. Cumprir o Código de Ética Profissional do Psicólogo e suas Resoluções pertinentes, incluindo condições nas quais o atendimento poderá ser encerrado, o Código pode ser encontrado nesse link: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo-de-etica-psicologia.pdf;
  2. Buscar qualificação de forma contínua, como supervisão e estudos;
  3. Zelar pela pontualidade, respeitando os dias e horários agendados com a (o) cliente;
  4. Respeitar a duração da sessão – 50 (quarenta) a 70 (setenta) minutos;
  5. Disponibilizar o número de telefone para sanar eventuais dúvidas, preferencialmente via aplicativo de mensagens (“WhatsApp” e similares), sendo este contato estritamente pontual profissional: (64) 984129530 – o contato não implica necessariamente em resposta imediata;
  6. Repor atendimentos desmarcados desde que haja horário disponível;
  7. Indicar ou encaminhar você (cliente) a profissional capacitado quando não houver qualificação adequada, por exemplo, necessidade de outro tipo de avaliação;
  8. Encerrar o atendimento se você (Cliente) colocar sua vida ou de terceiros em risco de qualquer espécie (ex., automedicação ou recusa de uso de medicação conforme orientação médica, automutilação, tentativa de suicídio ou homicídio, etc.), podendo o psicólogo informar a terceiros sobre esses comportamentos;
  9. Conceder alta (encerar atendimento) assim que for constatado que os objetivos do tratamento foram atingidos, ou quando já possuir condições clínicas favoráveis à manutenção de sua Saúde Mental sem acompanhamento profissional;
  10. Em caso de férias ou ausência de sessão (atendimento) por período maior que 2 (duas) semanas, avisar com antecedência de pelo menos 1 (um mês).

Sobre pagamentos:
Cada sessão individual tem o valor de R$180,00 (cento e oitenta reais). O mesmo valor se aplica àquelas sessões em que você faltar e não avisar com 24 horas de antecedência. As formas de pagamento são: dinheiro, cheque, PIX, transferência ou boleto emitido pelo psicólogo.

Não trabalho com “pacotes de desconto” e não atendo planos de saúde. Alguns planos que ressarcem os clientes podem ser aceitos desde que você passe todas as informações necessárias ao psicólogo com antecedência (documentação necessária, etc.).

SIGILO

É dever do psicólogo respeitar o SIGILO dos dados e informações obtidos no exercício profissional para proteger, por meio da confidencialidade, a sua intimidade (Art. 9 do Código de Ética), comprometendo-se a não dar conhecimento, transmitir ou ceder a terceiros, de forma parcial ou integral, dados que lhe foram confiados, ou gerados, salvo casos com autorização da (o) cliente.

O SIGILO só é quebrado quando você me autorizar (para outros profissionais e terceiros), ou quando você coloca sua vida ou de alguém em risco, ou quando você pode estar exposta (o) a situações de abuso ou negligência (normalmente aplicado a idosos, adolescentes e crianças).

DESISTÊNCIA OU RESCISÃO

Você pode desistir da Psicoterapia se quiser. E quaisquer alterações do nosso acordo que prejudiquem a execução da Psicoterapia são motivos suficientes para sua rescisão.

Da sua parte cabe a RESCISÃO, por exemplo, se houver:

  1. Atrasos e faltas sem justificativas constantes do psicólogo;
  2. Não se sentir satisfeita (o) com a forma de Psicoterapia, o que não inclui penalidade por se tratar de motivo subjetivo;
  3. Desistir da Psicoterapia por motivos pessoais, ou motivos de caso fortuito ou força maior, desde que avisando com 4 dias de antecedência;
  4. O não cumprimento da Psicoterapia de forma profissional, por exemplo, não respeitando o sigilo (desde que documentado);
  5. Quando julgar que atingiu seus objetivos e metas com a Psicoterapia, desde que comunicado ao psicólogo.

Da parte do psicólogo cabe RESCISÃO quando:

  1. Cliente não cumpre o que lhe foi proposto e acordado;
  2. Se houver quaisquer formas de fraude, dolo, ou falsificação de informações fornecidas pela (o) cliente;
  3. Após 2 (duas) faltas seguidas em 4 (quatro) semanas sem justificativa adequada, poderá ser decretado o encerramento;
  4. Após 4 (quatro) faltas seguidas ou alternadas, com ou sem justificativa, no período de 8 (oito) semanas;
  5. Atrasos com duração de mais de 20 (vinte) minutos da sua por parte por 3 (três) sessões seguidas e sem justificativa plausível;
  6. Não pagamento de valores devidos, sem negociação ou justificativa dada para o psicólogo;
  7. Quando julgar que a (o) cliente atingiu seus objetivos com o tratamento, ou que possui condições clínicas suficientes e necessárias para manter sua Saúde Mental sem o acompanhamento profissional;
  8. Se a (o) cliente buscar o serviço do Psicólogo com objetivo único de obter apenas laudo ou afins;
  9. Por motivos de força maior, ou de saúde, ou profissionais do Psicólogo;
  10. Caso o Psicólogo tome conhecimento de automutilação, automedicação ou tentativa de suicídio/homicídio da (o) Cliente, deverá orientar de forma profissional, e em caso de reincidência, descumprindo o que foi orientado, poderá o Psicólogo, a seu critério, RESCINDIR o acordo.

Em caso de rescisão, o Psicólogo poderá fornecer as informações suficientes e necessárias a continuidade da Psicoterapia por outro profissional, desde que mediante autorização expressa da (o) Cliente.

EM CASO DE EMERGÊNCIA E URGÊNCIA

O Psicólogo orienta veementemente que em casos de EMERGÊNCIA e URGÊNCIA seja buscada ajuda médico-hospitalar de quaisquer modalidades, sendo de inteira responsabilidade sua (Cliente) comunicar às pessoas próximas (rede de apoio e/ou outros profissionais) sobre esse procedimento.

Caso seja necessário atendimento de Emergência ou Urgência, a (o) CONTRATANTE pode solicitar auxílio ao SAMU (192), Bombeiros (193) ou Centro de Valorização da Vida – CVV (188).

Palavras finais

O trabalho na área da saúde não prevê qualquer forma de promessa de resultados. Mas se você se engajar, cumprir as atividades propostas e se dedicar, as chances de obter benefícios serão maiores.

Outro ponto importante é que você irá receber um contrato ou um termo de compromisso com informações mais detalhadas sobre o que foi apresentado aqui.

Caso não concorde com o que foi apresentado, por favor, pode me comunicar. Isso não quer dizer que irei mudar, mas talvez podemos rever alguns pontos.

Leia os textos do site para entender algumas coisas que fazem parte do meu trabalho:

Lista de textos: https://psicologiacatalao.com.br/lista-de-textos/