Habilidades Sociais – Expressar insatisfação (Método DESC)

Bruno Marinho de Sousa

No texto Habilidades Sociais – Assertividade, apontei que a Assertividade é a:

“expressão direta dos próprios sentimentos, necessidades, direitos legítimos ou opiniões sem ameaçar ou castigar os demais e sem violar os direitos dessas pessoas”, sem ser submisso a alguém.

desc

Gostaria de apresentar uma maneira para que possam treinar assertividade e, dessa forma, expressar desgosto, desagrado e incômodo ou qualquer coisa relacionada.

Para usar a técnica, é preciso ter uma noção do modo como você se expressa em geral. Para isso leia o texto Habilidades Sociais – Assertividade. Entenda seu estilo, pergunte para algumas pessoas como elas te veem (e aceite as críticas). Por exemplo, se você ficar brava (o) com a pessoa e brigar com ela, então qual o seu perfil? Passivo, Agressivo ou Assertivo? E se quiser falar algo e se calar?

As Habilidades Sociais são estudadas pelos psicólogos há anos. O consenso é que não existe uma fórmula mágica para ter relacionamentos interpessoais sem problemas. Mas há formas melhores, assertivas, de buscar melhorar nossas relações com as pessoas.

Uma dessas formas foi desenvolvida e apresentada pelos psicólogos Gordon H. Bower e‎ Sharon Anthony Bower no livro: Asserting Yourself: A Practical Guide For Positive Change (Afirmando-se: Um Guia Prático para Mudança Positiva, em tradução livre). É uma forma mais prática de treinar a expressão de insatisfação com o comportamento de alguém.

A técnica se chama DESC, que é um acrônimo para: Descrever, Explicar, eSpecificar e Consequência. Vamos definir cada um deles agora.

desc - textojpg

Descrever: o comportamento ofensivo, incômodo ou que desagrade. Não fuja do que a pessoa disse ou fez (por exemplo, trazendo algo que não tenha a ver com o comportamento). Use formas objetivas e concretas para descrever (frequência, lugar, palavras). Aqui sua frase começará com algo como: Quando você…; Se lembra…; Naquela vez…
Expressar: sentimentos e pensamentos sobre o comportamento problemático. Faça isso pensando numa solução, com um objetivo em mente. Você irá explicar o que incômoda, com foco no comportamento, não na pessoa (a pessoa tem qualidades, mas isso para você não é). A frase se iniciará com algo: Eu acho…, Eu sinto ….(expressar o sentimento), Me incomoda…
eSpecifique: a mudança que gostaria que acontecesse. Se a pessoa faz o que te incomoda, talvez ela não sabe disso e muito menos saberá como mudar. A frase começará com algo: Se você… (pudesse), Gostaria que…, Se parar com… (descrever o comportamento).
Consequência: aponte as consequências positivas da mudança, o que irá acontecer, se a pessoa mudar. Mas se achar necessário, também aponte o que de negativo pode acontecer se não houver a mudança. A frase se iniciará com algo: Caso você continue…, Dessa forma eu…, Então… (explique a consequência que terá).

Vamos a dois exemplos:

No seu trabalho há um colega, o Fulano, que adora fazer piadinhas com você, comentários desnecessários, pegar no seu pé e fazer fofoca sobre sua vida.
E aí, como você lidaria? Brigaria, xingaria, não falaria com a pessoa? Vamos usar o DESC para você entender na prática. Lembre-se, aqui apresento uma ideia de como resolver. Você deve desenvolver sua habilidade com a prática. Em parênteses há uma explicação do motivo de cada passo.
D: Fulano, gostaria de falar com você. Lembra semana passada quando estávamos tomando café na copa da empresa e você fez aquela piada sobre meu cabelo? E também daquela outra vez que você comentou sobre eu ter saído com a Ciclana? (Falando de comportamentos, não da pessoa).
E: Isso me incomodou, me senti envergonhado e, sinceramente, não sinto que seja necessário me expor assim. (Explicando porquê incomodou).
S: Você é um bom colega de trabalho, porém minha vida pessoal não tem a ver com a empresa. Eu não comento sobre sua vida, não faço piadas com você porque estamos no ambiente de trabalho. (Especificando o comportamento negativo e a mudança).
C: Então, gostaria que parasse com isso, caso contrário irei formalizar uma queixa com o RH contra esse seu comportamento. (Explicando a consequência negativa, caso o comportamento continue).

Agora um exemplo em relacionamento:

Beltrana e Ciclano namoram há 10 anos. No começo do namoro Ciclano era carinhoso, se lembrava das datas importantes, gostava que Beltrana tivesse amigas e amigos, saía com os amigos dela. Mas recentemente passou a ficar muito ciumento, brigando por qualquer comentário em redes sociais, se ela sai sozinha e etc.
D: Meu amor, queria conversar algo com você. Lembra quando a gente começou namorar, você era carinhoso, gostava que eu saísse sozinha com meus amigos, até me incentivava. Agora você está brigando por qualquer comentário que recebo em foto, se eu vou na casa das minhas amigas, ou pra academia.
E: Isso me incomoda, sinto como se eu estivesse fazendo algo errado.
S: Vamos fazer um acordo para a gente voltar a brigar menos e gastarmos mais tempo sendo felizes. Por exemplo, sempre te chamo para sair com as amigas e amigos, você não precisa ter ciúmes dos meus amigos homens, entendo isso. Mas das amigas já não entendo. Sobre os comentários em fotos, eu olhei os que você falou, não vi algum que fosse desrespeitoso.
C: Acho importante termos e mantermos nossas amizades. Então para a gente não ter brigas mais por essas coisas, vamos voltar a sair juntos como antes. Você se divertia, eu me divertia. Você entendia as piadas e os comentários dos amigos e amigas e não se importava. Assim a gente briga menos e gasta mais tempo se divertindo.

Fácil demais, não? Claro que não!!!. Isso demanda muito treino e treino constante. E nem sempre é ou será necessário usar todos os passos. No Exemplo 1 você poderia dizer apenas que não acha que a pessoa tem que falar da sua vida (eSpecificar) e que se ela não parasse, você iria procurar o RH (Consequência).


Leia mais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s