Bruno Marinho de Sousa

A nossa saúde nem sempre é colocada em primeiro lugar. Adiamos a consulta médica, não fazemos o tratamento do jeito adequado/recomendado, não nos alimentamos bem, não fazemos exercícios, não lidamos com o estresse, quase sempre porque temos outras “prioridades”.

As prioridades geralmente são prazos, cansaço, preguiça, filhos, contas, visitas, aniversários, provas, séries, filmes, ida aos bares e até não fazer nada… E sempre nos negligenciamos até não aguentar mais. Quando os sintomas dos nossos problemas estão nos esgotando ou trazendo outras consequências negativas é que vamos procurar ajuda.

grayscale photo of man thinking in front of analog wall clock
Foto por Brett Sayles em Pexels.com

 

E se formos falar de Saúde Mental, daí as coisas ficam piores. Primeiro porque não sabemos do que se trata, até os profissionais da área da saúde mental tem dificuldade em definir o que ela seria. E sem saúde mental não haverá prazos a cumprir, filhos para cuidar, aniversários para ir

Durante minha graduação eu não me lembro de ter tido uma disciplina ou aula com ênfase em Saúde Mental no sentido de prevenção. Nem me lembro de ler textos que apontavam o que isso seria e como poderíamos cuidar dela.

Na verdade, a área da saúde ainda mantém um foco muito grande nas doenças e em como eliminá-las, mas a promoção de saúde ainda é muito falha. Na Psicologia o foco mudou nos décadas com o advento da Psicologia Positiva. Foi a partir dela que houve um grande aumento no número de estudos que buscam entender como podemos fazer para ter mais saúde mental, bem-estar e felicidade.

Gastos físicos, emocionais e financeiros com saúde mental

Investir em Saúde Mental pode ser um ótimo negócio para nós e para os governos.  Um estudo de 2013 calculou que transtornos mentais são a condição de cuidados de saúde que mais custaram caro nos EUA, sendo cerca de $201 bilhões de dólares!!

Definir Saúde Mental é complicado: seria apenas ausência de doenças ou problemas? E quando estamos com a vida “tranquila”, temos “tudo” (família boa, bom emprego, saúde), mas mesmo assim nos sentimos incompletos, não realizados ou até mesmo infelizes?

Bem, se já se sentiu ou se sente assim, não está sozinho. Por esse e outros motivos a Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu saúde mental de uma forma mais “amigável”:

“A saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doença ou enfermidade. ” Dessa forma, saúde mental é um estado de bem-estar, em que a pessoa lida com as tensões e estressores, trabalha produtivamente, sente seu potencial e contribui com a vida social. Fonte: OMS

Então, saúde mental depende de vários fatores, dentre eles autorrealização, manejo de estresse, saúde biológica, cuidados sociais. Para tal se busca a promoção de bem-estar tanto para pessoas sem transtornos/doenças quanto para aqueles com transtornos também.

Mas essa definição exclui muitas pessoas que estão passando por fases da vida que são estressantes. Ou até fases do desenvolvimento, por exemplo, a timidez na adolescência. Dessa forma, essa definição pode ser limitadora.

Uma nova definição de Saúde Mental

video-featured

Imagem: The Atlantic

 

Com base nessa limitação, a World Psychiatry (Associação de Psiquiatras) lançou um artigo com uma nova definição, mais abrangente:

“A saúde mental é um estado dinâmico de equilíbrio interno que permite aos indivíduos usar suas habilidades em harmonia com os valores universais da sociedade. Habilidades cognitivas e sociais básicas; capacidade de reconhecer, expressar e modular as próprias emoções, bem como empatizar com os outros; flexibilidade e capacidade de lidar com eventos adversos da vida e função nos papéis sociais; uma relação harmoniosa entre o corpo e a mente representa componentes importantes da saúde mental que contribuem, em graus variados, para o estado de equilíbrio interno.” (Os grifos são meus). Fonte: Toward a new definition of mental health

Resumindo, então precisamos de:

  • Equilíbrio Dinâmico: não dá pra ser feliz o tempo todo, saber que o ruim acontece, mas vai passar e aprender com isso (a gente pode chamar isso de resiliência).
  • Habilidades Sociais e Cognitivas: precisamos pensar, planejar e agir socialmente o tempo todo, e muitas vezes os problemas podem ser contornados com outras estratégias, como a pessoa que tem TDAH que usa lembretes e cronômetros para suas atividades.
  • Empatia: capacidade de entender os pensamentos e sentimentos dos outros, com base em sua própria experiência.
  • Flexibilidade e Adaptação: aceitar mudanças inevitáveis da vida, ajustar comportamentos, aceitar o inevitável e se adaptar.
  • Conexão Mente-Corpo: alimentação ruim, sedentarismo, insônia, afetam não só o nosso corpo, mas também nossa mente. Corpo e mente na verdade são partes de uma mesma coisa: nós. A divisão é apenas didática.

Essa nova definição é interessante porque tira o excesso de positividade ou otimismo sobre Saúde Mental. Isso é importante porque é da natureza humana fases ruins, se sentir mal, o que não necessariamente levaria a falta de saúde mental. Na verdade, pode ser até sinal de saúde mental, por exemplo, a pessoa vivenciar um luto e sofrer por um tempo (saudade, pesar pela perda etc.).


Leia mais em:

Em direção a uma nova definição em Saúde Mental. Fonte: Galderisi, S., Heinz, A., Kastrup, M., Beezhold, J., & Sartorius, N. (2015). Toward a new definition of mental health. World psychiatry: official journal of the World Psychiatric Association (WPA), 14(2), 231-3.

O conceito de saúde mental, Revistas USP, São Paulo, n. 43, p. 100-125, setembro/novembro de 1999, dos autores: Naomar De Almeida Filho, Maria Thereza Ávila Coelho e Maria Fernanda Tourinho Peres. Disponível em: Revistas USP.

Saúde mental depende de bem-estar físico e social, diz OMS em dia mundial. Disponível no site das Nações Unidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s